Engenhos de Cana de Açucar



         A nova linha de engenhos RANI PIEROTTI deixa bem claro que é possível aliar durabilidade, eficiência e tecnologia num único equipamento!


         Dispondo de normas de gestão de qualidade em todas as etapas de produção e excelência no suporte técnico, garante máxima qualidade nos equipamentos fabricados e o melhor atendimento aos seus clientes.
 

> Conheça as principais características da NOVA LINHA:
 • A maior extração do mercado
 • Assistência técnica especializada
 • Redutor planetário novo compacto, padronizado, desenvolvido especialmente: maior torque na saída, menor peso, menor consumo de energia e maior durabilidade.
 • Não há necessidade de picador
 • Baixo Custo de manutenção
 • Moendas e bronzes maciços, maior durabilidade
 • Funcionamento totalmente silencioso e sem vibrações
 • Catálogo de peças de reposição
 • Motores de alto rendimento
 • Ausência de polias, correias e base de motor: menor manutenção, maior rendimento chegando até 98%.
 • Bica de saída anti-embuchamento, sistema escamotiável: facilitando a limpeza eliminando "buchas" de bagaço.
 • Lubrificação automática com retorno do óleo: nenhum desperdício.
 • Proteção de todo o equipamento e blindagem das moendas: maior segurança na moagem
 • Sistema único de separação do óleo da lubrificação: sem nenhum contato com o caldo da cana.
 • Base Compacta e pintura anti - corrosiva

 

> Conheça os principais diferenciais dos nossos engenhos:
•  1 - Eixo: Um dos pontos onde se tem a maior possibilidade de quebra em engenhos. Os engenhos da Rani Pierotti possuem folga técnica e mecânica com 50% superior e assim a maior bitola de eixo do mercado. Os eixos são fabricados em aço 1.045.

 •  2 - Redutor planetário: Fator principal para um bom rendimento e eficiência. Trabalhamos somente com redutores novos, engrenagens helicoidais, tratadas, e modelos que oferecem maior torque na saída e módulos de engrenagens com reduções exatas. Este modelo de redutor que acoplamos ao nossos engenhos obtem o maior rendimento do mercado chegando a 98%.

 •  3 - Castelos: Item importante para alta extração e regulagem das moendas. Possui uma angulação das 3 moendas permitindo maior regulagem mesmo se as moendas estiverem gastas. Maior recurso e menor atrito com a bagaceira deixando o engenho mais ‘’ leve ‘’. Castelo confeccionado em chapa A36 duplados com reforço central.

 •  4 - Moendas: As moendas são fundidas em ferro nodular com alta dureza, possibilitando um menor desgaste e menos reformas. Um ponto importante em se tratando de extração é o frizamento das moendas. Frizos grandes e fundos, com ângulos exatos permitem maior aderência da cana, maior esmagamento e extração. Podendo trabalhar muito mais tempo sem necessidade de refrizar.

 •  5 - Bagaceira: Peça importante que influi no pleno funcionamento do engenho. Com angulação acompanhando o diâmetro da moenda e sistema de limpeza eficiente com puxadores abaixo da moenda. Menor atrito, menor esforço com regulagem e maior eficiência.

 •  6 - Bica de saída do bagaço: Esta bica consiste na limpeza das moendas superior e de saída e angulação própria para retirar o bagaço proveniente da moagem. Sistema exclusivo de regulagem único onde se tem a uma única regulagem para as duas rapas de limpeza. Facilidade na regulagem sem esforço e limpeza por ser um conjunto escamotiável ( basculhar ). Este sistema evita qualquer bucha de bagaço.

 •  7 - Bica de entrada: Serve para acomodar a cana na entrada do engenho para moagem. Por ser angular, facilita a entrada da cana sem necessidade de ‘’ empurrar a cana ‘’. Toda fechada lateral e superior permitindo maior segurança na operação e evitando canas tortas chocarem com outras peças do engenho.

 •  8 - Proteções: Todas as moendas estão envelopadas com proteções que evitam acidentes e que o caldo espirre para fora da bacia de recepção. Engrenagens envelopadas com cárter de óleo, não há perigo de acidentes e nem de contaminação.

 •  9 - Motor acoplado direto ao redutor: Este acoplamento permite que o motor de indução acople ao redutor direto com sistema de flanges. Eliminando sistemas antigos de polias e correias. Este sistema tem eficiência superior até 20% em relação ao sistema de polias, por não ter nenhum tipo de atrito e oscilação e principalmente menor desgaste de rolamentos/retentores/eixos dos motores e redutores.

 •  10 - Sistema de retirada do óleo do caldo: Este sistema consiste numa calha soldada dentro do castelo que drena o óleo para fora do castelo podendo assim ser reaproveitado. Nas moendas de baixo tem – se quatro flanges nos eixos, impedindo que o excesso de óleo caia no caldo e outro impedindo que o caldo caia na calha. Sistema totalmente eficiente.

 •  11 - Base do engenho: Base confeccionada com vigas i tipo monobloco, todas travada e compacta. Bacia de recepção do caldo com tudo de saída do caldo.

 •  12 - Lubrificação: Consiste em reservatórios de óleo com registros individuais para cada mancal de bronze. Podendo deixar os registros com pequena abertura para uma lubrificação continua ou abertura total em intervalos de tempos. Temos lubrificação automática através de bomba como opcional em todos os engenhos.

   

 

   

    Portanto, ao aliar uma experiência de 60 anos às novas tecnologias de extração e por ter uma excelência em sua produção, os engenhos RANI PIEROTTI são um dos únicos equipamentos que atingem uma extração a tal ponto que o bagaço já sai totalmente triturado atendendo a produtores que tem a opção de queima diretamente, alimentação do gado ou fazer cobertura de solo.

 


Voltar